0
Inteligência Emocional

Você já se sentiu perdido?

By setembro 11, 2018 No Comments

Você já se sentiu perdido? Já percebeu que estava vivendo no automático ou sem saber ao certo o que está sentindo? E quando percebe isso vê que não está feliz, ou vive uma farsa, levando você a comportamentos que não domina, não entende e muitas vezes nem sabe de onde eles saem?

Um dos porquês disso tudo é não saber exatamente que “phase” da vida você está passando, é não entender o que está acontecendo no seu mundo e de que forma isso afeta tudo o que acontece.

Nossa vida é feita de *Phases*!

Lembra de quando era pequeno e a sua mãe dizia a você que era só uma “phase”? Que aquele amor não correspondido ia passar? Quando ganhava muito pouco e seu chefe dizia que era uma “phase” que a empresa estava passando?

Efetivamente tudo era “Phases”, porque realmente tudo são “phases”.

Há anos estudo o comportamento e nesse estudo consegui identificar as “phases” e como elas se apresentam na nossa vida.

Claro que de uma pessoa para a outra elas podem alterar a ordem de percepção, porém, elas se apresentam inevitavelmente.

São elas:

SUPERAÇÃO: nossa vida já começa em uma grande superação, entender em poucos segundos ao sair da barriga da mãe, que você agora precisa respirar sozinho e aprender isso baseado no tapa. Esse ato de respirar já é uma grande superação.

AUTOCONHECIMENTO: todos passamos por essa “phase”, alguns profundamente, outros mais superficialmente, mas todos em algum momento temos a necessidade de sabermos mais sobre nós. Essa “phase” geralmente começa quando precisamos superar algo em definitivo. Começamos a ação de superar, mas se não conhecermos e potencializarmos essa necessidade, além de motivá-las, podemos parar no meio e deixá-la incompleta.

COMUNICAÇÃO: já se viu sem saber o que falar em algum momento profissional, na discussão com o namorado ou acabou falando demais no bate papo com a amiga. Comunicação não é o que você fala, mas sim o que o outro entende. As grandes organizações têm a comunicação como um dos seus calcanhares de Aquiles, justamente pelos ruídos. Se você não sabe se comunicar internamente como vai se comunicar com o outro? O autoconhecimento traz a habilidade em fazer o intrapessoal e o interpessoal melhorar muito!

ESPIRITUALIDADE: talvez essa seja a “phase” mais complexa da nossa existência, a mais intensa e a que mais se apresenta ou se ausenta. Quando aprendemos a nos comunicar conosco e com o outro, começamos elevar nossas necessidades de complementos e, com certeza, acreditar em uma força maior. Mas a busca é mais profunda! Queremos então saber mais dessa força que nos une uns aos outros, que nos conduz e que na crença de muitos provavelmente um dia irá julgar seus atos. Nasce nessa hora uma ligação mais perceptível, mais profunda e com mais intensidade, que ao ser encontrada dentro da necessidade de cada um, faz transformações incríveis. Para uns será positiva e outros darão vários nomes, todos eles cheios de julgamentos infundados. A espiritualidade apresenta e gera sensações e ações na vida de todos incluindo até amigos e familiares.

FOCO: quando você acredita muito em algo, como a presença de uma força, sua mente entende que qualquer coisa poderá ser suportada e isso cria um combustível chamado FOCO. O foco é um dos comportamentos gerados quando se acredita que um sonho pode ser realizado ou quando se entende merecedor a receber algo. Esse comportamento nasce baseado na força de fazer algo mesmo que ainda lhe faltem habilidades. Objetivar sua realidade.

MISSÃO: quem já não se perguntou o que realmente faz aqui nesse mundo? Perguntamos isso quando entendemos que algo a mais está acontecendo e isso precisa ser ao máximo esclarecido. Olhamos para trás fazendo uma avaliação acompanhada de uma autocrítica. Buscamos respostas em várias partes baseados no que vivemos nas outras “phases” e damos conta que nossas inconstâncias na verdade são nossos aprendizados e ali entendemos que existe uma missão. Alguns encontram a missão de vida, outros, a missão de uma “phase” mas, inevitavelmente, precisamos entender e agir a favor, certos de estarmos no caminho certo.

DISCIPLINA: ao entender nossa missão, o senso de responsabilidade aumenta e isso é percebido porque entramos em uma rotina pensada para que a missão seja cumprida. Criamos disciplina a partir dessa necessidade.

ESPÍRITO DE EQUIPE: se você encontra respostas, percebendo a missão, sua disciplina lhe fará entender que sozinho não se chega a lugar algum. A busca por apoio em pessoas próximas ou necessárias para atravessar algo e todas as habilidades geradas em cada comportamento já desenvolvido nas “phases” vividas até aqui começam a ser testadas.

METAMODELO: descobrindo esse novo mundo começamos a perceber pessoas que fazem com maestria o que estamos iniciando. Existe também o interesse por pessoas que já possuem algo que buscaram e nessa hora nascem os ídolos, mestres, mentores ou qualquer outra pessoa que nos inspire a adotar comportamentos usados por essas pessoas.

SAÚDE: Quando a roda gigante está prestes a te levar a altura a saúde aparece. Ela aparece como expressão do que se tem por dentro, em alguns casos as pessoas vão malhar, aplicar botox, fazer checkup e para outros aparecerá em forma de dores porque a maioria das “phases” não foram entendidas e o corpo diz que não vai suportar.

Essas são as “phases”, em cada uma delas, alguns comportamentos são despertados mais profundamente, mas isso falamos em outro momento, por agora é bom se conhecer bem.

Deixe seu Comentário
Phases Treinamentos

Phases Treinamentos

A Alta Perfomance gerada pela Inteligência Emocional te leva direto para o sucesso. O Método PHASES ensina como isso tudo é possível. Criador por Thereza Ferreira, se encontra registrado e disponível para uma deliciosa leitura em dois livros que já são sucesso com 3500 unidades vendidas de cada volume em 45 dias de lançamento.

Leave a Reply


Receba Novidades